PÁGINA OFICIAL, FACEBOOK e E-MAIL

http://www.isec.psc.br

https://www.facebook.com/Prof.Joao.Oliveira

E-mail: isecpsicologia@gmail.com

Para receber informações sobre palestras e cursos mande um email para: isec_news-subscribe@yahoogrupos.com.br

terça-feira, 16 de março de 2010

Julio Lopes apresenta os avanços na estrutura metroferroviária do Estado

A implantação do trem de alta velocidade e a ampliação da malha metroferroviária no estado do Rio de Janeiro foram temas da abertura do VIII Seminário Nacional Metroferroviário, nesta quinta-feira (11.03), no Hotel Everest, em Ipanema. O secretário estadual de Transportes, Júlio Lopes, participou de dois painéis, e falou sobre a extensão do metrô até a Barra da Tijuca e sobre a viabilização do TAV, que ligará o Rio a São Paulo.

- Depois de décadas sofrendo com falta de investimentos, o estado do Rio está avançando no que diz respeito a viabilização de projetos que prezem pela reestruturação do transporte de massa, principalmente o metroferroviário. Acabamos de comprar 30 novos trens para circular nos ramais operados pela SuperVia, o metrô também receberá 114 novos carros a partir do início de 2011. Estes e muitos outros investimentos, impulsionados pela realização da Copa e das Olimpíadas, somados à chegada do trem de alta velocidade serão responsáveis pelo surgimento de um novo paradigma no que diz respeito à mobilidade em nosso estado – explicou o secretário Julio Lopes.

Durante o evento, as atenções se voltaram para o projeto de implantação do TAV e para a construção da Linha 4 do metrô, que terá sua pedra fundamental lançada no próximo dia 20 de março. A nova linha de metrô deverá estar concluída antes das Olimpíadas de 2016, e beneficiará diretamente, mais de 800 mil pessoas, passando por seis estações ao longo de Ipanema, Leblon, Gávea, São Conrado e Barra.

O projeto do trem de alta velocidade foi apresentado pelo diretor da ANTT, Roberto Dias David, que falou sobre os impactos gerados por este meio de transporte. Com a implantação do TAV, o Brasil entra para time de países modernos e tecnologicamente avançados em termos de estrutura de transportes de alta velocidade. A ferrovia terá 510,8 km de extensão, e será muito importante para o intercâmbio entre as duas principais metrópoles do país. Atualmente, sete milhões de pessoas viajam entre Rio de Janeiro e São Paulo, e outras 25 milhões circulam entre as cidades do eixo, somando 33 milhões de passageiros. Segundo as pesquisas desenvolvidas pela ANTT, com a implantação do TAV, 17 milhões de pessoas passariam a utilizar o trem como meio de transporte.

O Seminário, com dois dias de duração, discutiu ainda os investimentos que estão sendo feitos na ferrovia que escoará a produção do Porto do Açu, responsável pela criação de 30 mil empregos. Para o secretário Julio Lopes, as ligações ferroviárias são fundamentais para efetuar os deslocamentos de cargas, por conta da agilidade proporcionada e em função da redução do número de caminhões pesados nas rodovias, baixando a quantidade de congestionamentos.

O primeiro dia do seminário reuniu importantes personagens do setor metroferroviário, tanto industrial, como operacional, entre os quais o presidente da ANTP, Ailton Brasiliense Pires, o presidente da ABIFER, Vicente Abate, o diretor técnico da CBTU, Marcus Vinícius Quintella, o presidente do Metrô-Rio José, Gustavo de Souza Costa, além de representantes da Alston e da Trends.
Foto: Fábio Ferreira

Nenhum comentário: