PÁGINA OFICIAL, FACEBOOK e E-MAIL

http://www.isec.psc.br

https://www.facebook.com/Prof.Joao.Oliveira

E-mail: isecpsicologia@gmail.com

Para receber informações sobre palestras e cursos mande um email para: isec_news-subscribe@yahoogrupos.com.br

sábado, 3 de julho de 2010

Quem quer viver para sempre?

Muita coisa tem sido dita sobre os métodos do não envelhecimento.

Com certeza todos já ouviram falar dos radicais livres. Teremos então de comer mais vegetais que contenham antioxidantes ou então, de forma brutal, restringir nossa alimentação para ter a menor taxa metabólica possível que, naturalmente, seria acompanhada de menor formação dos radicais livres e, com menos radicais livres circulando no corpo, implicaria em menos envelhecimento = mais tempo de vida!

Só que mais tempo de vida com fome!

Antes que você se aventure em tomar alguma química que promete esse mesmo efeito sem a sensação de desconforto diária, provocada pela fome, fique sabendo que inúmeras pesquisas foram feitas e nada ficou provado.

Até mesmo aquele papo do problema do encurtamento dos telômeros. Claro que você também já ouviu desta história. Geneticamente somos programados para envelhecer, os telômeros, varinhas de pescar, bem pequenininhas, que temos dentro de nossas células, vão perdendo pedacinhos toda vez que a célula se divide até o ponto de não ter mais nenhum pedacinho e, a partir deste momento, a gente não pode mais criar novas células saudáveis.

Isso também não é o ponto mais forte para a nossa condição do envelhecimento, faz parte, é verdade, mas não é determinante, pois nós mesmos podemos criar uma enzima, chamada telomerase que impediria esse encurtamento. As células que produzem telomerase naturalmente são as nossas células reprodutoras, e elas nunca envelhecem.
Então pode ser possível que algumas pessoas demorem mais a envelhecer que outras por causa disso.

Mas têm mais muito mais coisas nessa área do que você pode estar pensando que já sabe.
A professora Ellen Langer, do Departamento de Psicologia da Universidade de Harvard, conseguiu, em 1979, um fato surpreendente com um experimento de campo.
Ela isolou um grupo de idosos de 75 anos e fez com que eles vivessem num ambiente de 1959, vinte anos passados. Tudo lembrava essa época, a televisão só exibia comerciais e programas de 59, a conversa só podia ser sobre os assuntos dos jornais de época que eram entregues todos os dias ou das notícias do rádio, também manipuladas. Uma imersão, uma viagem no tempo.

Resultados em uma semana do experimento: maior flexibilidade das juntas; melhor desempenho no modo de andar pois conseguiam andar mais rápido e estavam mais eretos; as habilidades cognitivas melhoraram; a pressão sanguínea caiu; os homens ganharam peso e logo pareciam mais jovens; um deles decidiu que podia andar sem a bengala; 63% deles aumentaram o QI; E, o mais surpreendente de tudo, foi que a visão e audição, de todos, melhoraram.

Podemos parar por aqui? Você já entendeu o recado? Pode ser que não, por isso vamos completar com outra experiência.
Na verdade uma pesquisa publicada na revista Science, do Einstein Institute for Aging Research, de Nova York. Uma equipe chefiada pelo geneticista Nir Barzilai pesquisou os genomas de centenas de judeus da Europa do Leste. O professor Barzilai concluiu que a probabilidade de um ser humano viver 100 anos é de uma em dez mil.

Mas os 500 ashekenazitins pesquisados revelaram 20 vezes mais chances de longevidade. Embora 30% deles fossem obesos e outros 30% houvessem fumado, por mais de 40 anos, mais de dois maços de cigarros por dia. Além disso não achou nenhum vegetariano entre eles e nem ninguém que tivessem alguma dieta especial. Somente um, entre esses 500 velhinhos, tinha sido um excelente atleta na sua juventude.

Uma coisa todos tinham, todos os 500 que passaram dos cem anos, personalidade forte e uma alegria de viver impressionante, amavam a vida!

Aí está o segredo, portanto de se viver mais, amar a vida, a resto é conseguencia!

O metabolismo que se vire para produzir o que for necessário para que eu viva mais!

Não há segredo maior que esse: estar sempre apaixonado pela via, por coisas novas, pela formiga que passeia no jardim ou pelo jato que cruza os céus.

O mundo é excepcionalmente lindo em todos os aspectos, basta olhar na direção certa!

Seja feliz, ame a vida e vida o quanto puder ... e com qualidade é claro!

Nenhum comentário: