PÁGINA OFICIAL, FACEBOOK e E-MAIL

http://www.isec.psc.br

https://www.facebook.com/Prof.Joao.Oliveira

E-mail: isecpsicologia@gmail.com

Para receber informações sobre palestras e cursos mande um email para: isec_news-subscribe@yahoogrupos.com.br

quinta-feira, 1 de novembro de 2018

HIPNOSE NEUROSSENSORIAL EM SÃO PAULO




Nos próximos dias 10 e 11 de novembro o Curso Presencial de Hipnose Neurossensorial estará em São Paulo no Instituto Rogério Castilho.

Os detalhes podem se encontrados clicando aqui

Mas, você sabe o que é a HIPNOSE NEUROSSENSORIAL?


HIPNOSE NEUROSSENSORIAL: O QUE É DE FATO?

Uma nova modalidade de Hipnose Clínica está surgindo no Brasil e colhendo bons resultados em diversos tipos de utilização.


Trata-se da Hipnose Clínica Neurossensorial desenvolvida pelo psicólogos e Doutores em Saúde Pública Prof. João Oliveira e Profa. Beatriz Acampora que nos últimos 20 anos vem aplicando técnicas inovadoras diariamente em sua clínica na cidade do Rio de Janeiro.


Antes de mais nada é necessário entender o que é a Hipnose Clínica de uma maneira geral.


Como o próprio nome sugere e a hipnose voltada para o ambiente da saúde onde podemos encontrá-la sendo utilizada por: cirurgiões-dentistas, médicos, psicólogos, terapeutas, fisioterapeutas, enfermeiros, ou seja, o grande espectro que abrange o toque dos profissionais de saúde.


Algumas profissões têm sua própria regulamentação quanto ao uso das técnicas da hipnose, mas, não é necessário em nosso país uma graduação específica para se tornar um terapeuta em hipnose. A esse profissional dá-se o nome de Hipnoterapeuta bastando, para isso, uma formação adequada e a regularização para a atuação profissional.



AMPLIANDO AS CAPACIDADES DA MENTE E CORPO COM UM NOVO TIPO DE HIPNOSE


A Hipnose Neurossensorial é um perfil de hipnose clínica onde os canais sensoriais são estimulados através de equipamentos que agem de duas formas: potencializando o estado alterado e provendo biofeedback ao profissional de saúde Hipnólogo Clínico.


Para ampliar o estado alterado de consciência são utilizados:

- Instrumentos de emissão de luzes e cores,

- Cheiros como perfumes e essências para ancoragens de estados emocionais,

- Poltronas e esteiras vibratórias com ou sem aquecimento,

- Possibilidade de aumento ou diminuição da temperatura ambiente e

- Efeitos sonoros onde estão inclusos uso de frequências especiais.

Já como biofeedback, para a perfeita monitoração do estado de aprofundamento do paciente/cliente, são utilizados aparelhos que aferem:

- Resistência galvânica,

- Percentual de oxigenação no sangue,

- Batimentos cardíacos e

- Aferição da temperatura em alguns pontos da pele.

São vários os perfis de como a Hipnose Neurossensorial pode atuar. Temos cinco principais modelos:

Comportamental – Voltado para a alteração no perfil comportamental da pessoa. Administração emocional, potencialização de qualidades, respostas assertivas e espontâneas as demandas dos ambientes profissional e/ou social/familiar e etc.

Tratamento de fobias – Aqui se incluem praticamente todos os tipos de fobias existentes, tendo técnicas diversas dependendo da intensidade e modelo fóbico apresentado. A Dessensibilização Sistemática Progressiva, por exemplo, é uma dessas técnicas que quando bem aplicada pode conduzir o paciente/cliente a obter resultados rápidos quando aplicada durante o estado alterado de consciência.

Emagrecimento – Muito em moda ultimamente com vários profissionais qualificados conquistando feitos notáveis com seus pacientes/clientes. A Hipnose Neurossensorial utiliza o método RESEM desenvolvido na UENF-RJ na ocasião da pesquisa de Mestrado em Cognição e Linguagem do Prof. Dr. João Oliveira.


Subtração de sintomas – Esse perfil exige um cuidado maior, pois, todo sintoma está a serviço de alguma manifestação de descontrole interno que pode ser de âmbito emocional ou não. Nesses casos, quando os sintomas são mais severos, o aconselhável é que uma equipe multidisciplinar acompanhe o tratamento. O profissional psicólogo e o profissional médico são indispensáveis em casos graves.


Reabilitação – fantástico perfil da Hipnose Neurossensorial onde, mesmo sem movimentos físicos reais (somente na imaginação em estado alterado de consciência), o paciente/cliente é auxiliado a desenvolver de novo suas habilidades motoras perdidas por algum trauma físico ou AVC. A Hipnose Neurossensorial tem conseguido excelentes resultados nesse tipo de tratamento aliado ao trabalho de fisioterapeutas e médicos especializados.



Como identificar um bom sujeito para o tratamento com hipnose?

Poderíamos citar inúmeros outros tipos de abordagens, porém, acreditamos que esses sejam suficientes para demonstrar a grandiosidade dessa fabulosa ferramenta chamada Hipnose Clínica Neurossensorial.


O ideal é que, pelo menos, dois quesitos sejam aferidos para ter certeza que existe uma possibilidade de recuperação.


No caso da abordagem está voltada para o tratamento onde seja necessária mudança física/orgânica/metabólica diante de um sintoma qualquer.


1- Que o paciente/cliente apresente a capacidade de manter foco de concentração durante alguns minutos, pelo menos, em uma única estrutura de pensamento.


2- Que exista alterações percebíveis conforme este paciente/cliente é estimulado psicologicamente em seu sistema nervoso parassimpático e simpático.


Essas duas condições nos revelam que o paciente/cliente possui facilidade de respostas internas.


Isso é extremamente útil para o tratamento alcançar êxito de forma rápida e segura.


Em todos os casos o acompanhamento médico é essencial nos casos de sintomas físicos persistentes. Jamais se deve substituir a terapêutica medicamentosa pela hipnose pura e simples.



A hipnose clínica (contra sintomas) como uma ferramenta poderosa na potencialização de qualquer tratamento. Já no perfil comportamental ou mesmo na reprogramação mental, outros cuidados devem estar presentes como, por exemplo, uma boa construção das sugestões, para que não ocorram conflitos éticos na personalidade do paciente/cliente.


SOBRE OS APARELHOS DE BIOFEEDBACK

Instrumentos e recursos da Hipnose Neurossensorial


Os equipamentos e recursos utilizados são divididos em dois perfis:


1 - Equipamentos e recursos para o aprofundamento e ancoragem das induções


2 - Equipamentos de Aferição (biofeedback)


Equipamentos para o aprofundamento e ancoragem: Lâmpadas de cores diversas; Lâmpada estroboscópica; Aromas e cheiros, Lâmpada infravermelha; auto falantes para sons e frequências; e Esteira Massageadora.


Equipamentos para aferição (biofeedback): Termômetro laser; Oxímetro; e resposta galvânica da pele.


Vários desses equipamentos (os mais importantes) serão apresentados no curso e o aluno terá a possibilidade de aprender a forma de utilização em seu paciente/cliente.


Para a montagem de um consultório completo será necessário um investimento de, no máximo, R$ 1.000,00. No entanto, o investimento inicial, pode ser bem menor dependendo da cidade onde o profissional resida. Capitais, onde o comércio de equipamentos eletrônicos é mais desenvolvido, os valores de lâmpadas são bem mais acessíveis.

O ISEC irá, após o curso, indicar os links de aquisição através de sistemas de compras online de diversas empresas. O aluno não terá dificuldade em encontrar a maior parte dos equipamentos.


O LIVRO

Basta uma busca pelo título do livro no google e você poderá encontrar uma livraria próximo a você que tenha o livro no estoque ou para envio pela internet.

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

PRECISO DO SEU VOTO






Não só eu, todos nós que vivemos nesse Brasil: precisamos do seu voto de compromisso!

Que você continue lutando pelos seus (nossos) direitos com a mesma garra que defendeu o seu candidato e a mesma fúria que atacou os adversários.

Que tenha, independente de quem ganhe essa eleição, o mesmo ânimo para estar sempre vigilante e jamais cair no conformismo de aceitar o que nos é colocado como finalizado.

Tudo está em processo de mudança e você, com sua força política é peça fundamental nisso.

Se o candidato adversário ganhar essa eleição, cobre dele com força o que você considera eticamente correto para todos.

Caso seja o seu candidato que ganhe você terá ainda mais poder para solicitar o que é certo: nossos direitos.

Não acalme seus ânimos nunca! Não perca essa energia nunca! Use essa máquina política que você se transformou para ajudar a mudar o nosso país: sempre!

Segunda feira começa sua nova missão.

Todos nós contamos com você! Com o seu compromisso de luta!

O Brasil precisa disso... bem direcionado.



Escrito pelo cidadão brasileiro nato: João Oliveira

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

VOCÊ ESTÁ A SEU FAVOR OU CONTRA VOCÊ MESMO?



A vida nos dá muitas informações todos os dias e é preciso selecionar muito bem em que vamos colocar nosso foco. Pessoas se perdem no medo, ódio ou desespero. Se não tomarmos cuidado, acabamos envolvidos e arrastados para a sintonia de emoções perturbadoras que prejudicam nossa saúde e nossa paz. 

Por isso é preciso atenção plena às suas próprias escolhas e saber se posicionar diante das armadilhas do medo, da angústia, da ansiedade e da antecipação de problemas que cotidianamente chegam até nós, mesmo que venham daqueles que mais amamos. 

Assim como um salva-vidas é treinado para entrar na água e tirar alguém que está se afogando, precisamos estar capacitados para acolher e ajudar sem nos afogarmos junto, pois um salva-vidas que não sabe nadar, não pode tirar ninguém da água. 

Estar a favor de si mesmo implica em “orar e vigiar” constantemente para que você não se perca de si mesmo, da sua luz. Atenção aos detalhes, ao que você dá voz na sua mente, aos perigos de especular sobre possibilidades infundadas, pois você pode se direcionar para a sintonia que a boca afirma que não deseja, mas os pensamentos, emoções e ações acabam te colocando lá. E, quando você menos percebe, a sintonia de luz e paz que você batalhou para alcançar se torna obscura. 

Cada um de nós cria a própria realidade. Então, você está a seu favor ou contra você mesmo?

Por Beatriz Acampora

terça-feira, 16 de outubro de 2018

O PODER DAS PALAVRAS: reconectando pessoas




Fiat Lux! A palavra criadora e que nos deu a vida e o Universo. A palavra tem poder. É a partir dela que as regras são construídas, as leis são implantadas, a vida em sociedade é possível e as emoções são declaradas.

Cada palavra proferida tem uma intenção, deseja provocar algo. Às vezes até parece que as palavras têm vida própria, pois aquilo que se fala pode ser muito distinto daquilo que se compreende. A valorização da palavra depende daquele que as recebe, com seu cabedal de conhecimento, experiências e modos de interpretar o mundo.

Será que aquilo que uma palavra significa para você é o mesmo que uma outra pessoa irá entender? E ainda tem o modo como algo é dito ou escrito. Muitas vezes, há uma intenção positiva por trás de uma comunicação, mas o desejo de ter razão, o ego ou até mesmo a discrepância entre a intenção e a emoção colocada, pode acarretar em um resultado desastroso.

Aproximações e afastamentos, conexões e rupturas, sentimentos e encontramentos têm a forte influência da expressividade que as palavras versam. São elas as bases da conquista de si mesmo, pois feliz é aquele que sabe o que diz para si nas dificuldades e nos momentos de glória. Quem utiliza o poder das palavras para se conectar consigo mesmo possui a honra de construir uma residência sagrada para o seu ser cotidianamente.

E se as palavras têm poder, o que dizer do silêncio, que permite a reflexão, possibilita o vazio de colocações e, ao mesmo tempo, preenche de significado um momento.

No fio das palavras se encontra a condutividade para as conexões perdidas. Um fio tão poderoso que permite que a luz da vida e do amor seja levada de uma ponta a outra como uma onda de energia que toca, encanta e transforma.

E assim, mantras, orações e recitações milenares têm a força para o (re)conectar consigo, com o outro, com a vida e o Universo. Então, o que há por trás do poder das palavras? A intenção. É a sua intenção que (re)move barreiras. A intenção, seja no pensamento, na emoção ou na ação, encontra o eco que traz de volta os ventos da prosperidade e da paz ou da discórdia e do desassossego.

Tudo o que você coloca no mundo, inevitavelmente retorna para você, por isso é preciso ser honesto consigo mesmo e avaliar o melhor momento para fazer o exercício a seguir, pois sua intenção é a cola, o elo de ligação e estará declarada no poder das palavras.

A técnica da condutividade para a conexão perdida se dá da seguinte forma:

1) encontre um espaço silencioso e sente-se;

2) pense na pessoa com quem deseja se reconectar;

3) fale o nome da pessoa em voz alta e agradeça e ela, dizendo: “Fulano(a), eu te agradeço” (se perceber a necessidade de perdão, diga também: “Eu me perdoo, eu te perdoo, eu peço perdão”);

4) escolha 3 palavras positivas que gostaria de dar de presente para essa pessoa e repita algumas vezes estas palavras, dizendo: “eu lhe dou......”;

5) Escolha uma palavra positiva de conexão entre você e essa pessoa, dizendo o seu nome, a palavra de conexão positiva e o nome da pessoa, ao final diga “Eu me conecto a você com amor” e imagine um feixe de luz saindo de você e chegando à outra pessoa;

6) Diga: “eu dou poder às palavras e que elas percorram o Universo e encontrem ressonância”;

7) Agradeça a si mesmo, à condutividade e conexão criadas, à pessoa para quem direcionou sua intenção positiva através das palavras.

Você também pode adaptar a técnica para se conectar consigo mesmo, falando seu próprio nome, se perdoando, escolhendo palavras positivas para dizer a si mesmo, reforçando seu elo consigo e seu poder pessoal. Ou a adaptação pode se dar com objetivos distintos, como ajudar pessoas a recuperar a saúde, a ter força em um momento difícil, a superar problemas, a ser felizes. O que importa é a sua intenção positiva e como a direciona para as palavras colocadas.

Da mesma forma que uma fonte de água pura se amplia durante seu percurso, quanto mais a energia positiva e construtiva é projetada, mais ela é produzida e expandida. Quanto mais você doa, mais você recebe: é a lei natural do Universo.

A criação está em toda a parte, a cada instante, promovendo diferentes estados de percepção, talvez seja possível transformar o modo de enxergar as coisas neste momento, recriando a realidade a partir do seu poder pessoal e das palavras que você escolhe hoje para fazer diferente, criar aproximações, conexões e uma vida repleta de alegria, amor e bem-estar, em um alinhamento contínuo com as ações, trazendo coerência, crescimento e paz para a sua vida.

Por Profa. Dra. Beatriz Acampora

terça-feira, 2 de outubro de 2018

EXPERIMENTO DOS SONHOS COMPARTILHADOS





LEIA ANTES DE ENTRAR EM UM DOS GRUPOS


Os riscos que esta pesquisa informal pode causar aos participantes são mínimos, sendo eles: possível incômodo ao ser levado a introspecção e percepção de um determinado problema vivido por conta de lembrança dos sonhos nos dias do experimento não havendo, portanto, comprometimento para o seu bem-estar.


Sua participação neste estudo é absolutamente voluntária. Dentro desta premissa, todos os participantes são absolutamente livres para, a qualquer momento, negar o seu consentimento ou abandonar o processo se assim o desejar, sem que isto provoque qualquer tipo de penalização.


Mediante a sua aceitação, espera-se que participe lendo os textos enviados nos dias e horários marcados e, acima de tudo, siga as instruções determinadas pelo pesquisador responsável durante a realização da pesquisa para a devolução do conteúdo sonhados que possa ser lembrado.


Os dados colhidos na presente investigação serão utilizados para subsidiar a confecção de artigos científicos, mas os responsáveis garantem a total privacidade e estrito anonimato dos participantes, quer no tocante aos dados, quer no caso de utilização de imagens, ou outras formas de aquisição de informações. Garantindo, desde já a confidencialidade, a privacidade e a proteção da imagem e a não estigmatização, escusando-se de utilizar as informações geradas pelo estudo em prejuízo das pessoas e/ou das comunidades, inclusive em termos de autoestima, de prestigio ou de quaisquer outras formas de discriminação.


Seu consentimento


Após a leitura do presente Termo, e estando de posse de minha plenitude mental e legal, ou da tutela legalmente estabelecida sobre o participante da pesquisa, declaro expressamente que entendi o propósito do referido estudo e, estando em perfeitas condições de participação, dou meu consentimento para participar livremente do mesmo no ato em que clico no link para entrar em um dos grupos de WhatsApp do referido estudo informal.




GRUPO 01 - COMPLETO TENTE O PRÓXIMO GRUPO


GRUPO 02 - COMPLETO TENTE O PRÓXIMO GRUPO


GRUPO 03 - COMPLETO TENTE O PRÓXIMO GRUPO

GRUPO 04 - COMPLETO AGUARDE O PRÓXIMO EXPERIMENTO



A protocolo deste experimento foi desenvolvido pelo Prof. Dr. João Oliveira, psicólogo e autor de livro sobre o tema. Todos os detalhes serão apresentados aos participantes via grupo e WhatsApp.

quinta-feira, 27 de setembro de 2018

HIPNOSE NEUROSSENSORIAL: O QUE É DE FATO?




Uma nova modalidade de Hipnose Clínica está surgindo no Brasil e colhendo bons resultados em diversos tipos de utilização.

Trata-se da Hipnose Clínica Neurossensorial desenvolvida pelo psicólogos e Doutores em Saúde Pública Prof. João Oliveira e Profa. Beatriz Acampora que nos últimos 20 anos vem aplicando técnicas inovadoras diariamente em sua clínica na cidade do Rio de Janeiro.

Antes de mais nada é necessário entender o que é a Hipnose Clínica de uma maneira geral.

Como o próprio nome sugere e a hipnose voltada para o ambiente da saúde onde podemos encontrá-la sendo utilizada por: cirurgiões-dentistas, médicos, psicólogos, terapeutas, fisioterapeutas, enfermeiros, ou seja, o grande espectro que abrange o toque dos profissionais de saúde.

Algumas profissões têm sua própria regulamentação quanto ao uso das técnicas da hipnose, mas, não é necessário em nosso país uma graduação específica para se tornar um terapeuta em hipnose. A esse profissional dá-se o nome de Hipnoterapeuta bastando, para isso, uma formação adequada e a regularização para a atuação profissional.

AMPLIANDO AS CAPACIDADES DA MENTE E CORPO COM UM NOVO TIPO DE HIPNOSE

Hipnose Neurossensorial é um perfil de hipnose clínica onde os canais sensoriais são estimulados através de equipamentos que agem de duas formas: potencializando o estado alterado e provendo biofeedback ao profissional de saúde Hipnólogo Clínico.

Para ampliar o estado alterado de consciência são utilizados:

- Instrumentos de emissão de luzes e cores,

- Cheiros como perfumes e essências para ancoragens de estados emocionais,

- Poltronas e esteiras vibratórias com ou sem aquecimento,

- Possibilidade de aumento ou diminuição da temperatura ambiente e

- Efeitos sonoros onde estão inclusos uso de frequências especiais.

Já como biofeedback, para a perfeita monitoração do estado de aprofundamento do paciente/cliente, são utilizados aparelhos que aferem:

- Resistência galvânica,

- Percentual de oxigenação no sangue,

- Batimentos cardíacos e

- Aferição da temperatura em alguns pontos da pele.

São vários os perfis de como a Hipnose Neurossensorial pode atuar. Temos cinco principais modelos:

– Comportamental – Voltado para a alteração no perfil comportamental da pessoa. Administração emocional, potencialização de qualidades, respostas assertivas e espontâneas as demandas dos ambientes profissional e/ou social/familiar e etc.

– Tratamento de fobias – Aqui se incluem praticamente todos os tipos de fobias existentes, tendo técnicas diversas dependendo da intensidade e modelo fóbico apresentado. A Dessensibilização Sistemática Progressiva, por exemplo, é uma dessas técnicas que quando bem aplicada pode conduzir o paciente/cliente a obter resultados rápidos quando aplicada durante o estado alterado de consciência.

– Emagrecimento – Muito em moda ultimamente com vários profissionais qualificados conquistando feitos notáveis com seus pacientes/clientes. A Hipnose Neurossensorial utiliza o método RESEM desenvolvido na UENF-RJ na ocasião da pesquisa de Mestrado em Cognição e Linguagem do Prof. Dr. João Oliveira.

– Subtração de sintomas – Esse perfil exige um cuidado maior, pois, todo sintoma está a serviço de alguma manifestação de descontrole interno que pode ser de âmbito emocional ou não. Nesses casos, quando os sintomas são mais severos, o aconselhável é que uma equipe multidisciplinar acompanhe o tratamento. O profissional psicólogo e o profissional médico são indispensáveis em casos graves.

– Reabilitação – fantástico perfil da Hipnose Neurossensorial onde, mesmo sem movimentos físicos reais (somente na imaginação em estado alterado de consciência), o paciente/cliente é auxiliado a desenvolver de novo suas habilidades motoras perdidas por algum trauma físico ou AVC. A Hipnose Neurossensorial tem conseguido excelentes resultados nesse tipo de tratamento aliado ao trabalho de fisioterapeutas e médicos especializados.

Como identificar um bom sujeito para o tratamento com hipnose?

Poderíamos citar inúmeros outros tipos de abordagens, porém, acreditamos que esses sejam suficientes para demonstrar a grandiosidade dessa fabulosa ferramenta chamada Hipnose Clínica Neurossensorial.

O ideal é que, pelo menos, dois quesitos sejam aferidos para ter certeza que existe uma possibilidade de recuperação.

No caso da abordagem está voltada para o tratamento onde seja necessária mudança física/orgânica/metabólica diante de um sintoma qualquer.

1- Que o paciente/cliente apresente a capacidade de manter foco de concentração durante alguns minutos, pelo menos, em uma única estrutura de pensamento.

2- Que exista alterações percebíveis conforme este paciente/cliente é estimulado psicologicamente em seu sistema nervoso parassimpático e simpático.
Essas duas condições nos revelam que o paciente/cliente possui facilidade de respostas internas.

Isso é extremamente útil para o tratamento alcançar êxito de forma rápida e segura.

Em todos os casos o acompanhamento médico é essencial nos casos de sintomas físicos persistentes. Jamais se deve substituir a terapêutica medicamentosa pela hipnose pura e simples.

A hipnose clínica (contra sintomas) como uma ferramenta poderosa na potencialização de qualquer tratamento. Já no perfil comportamental ou mesmo na reprogramação mental, outros cuidados devem estar presentes como, por exemplo, uma boa construção das sugestões, para que não ocorram conflitos éticos na personalidade do paciente/cliente.




#HIPNOSENEUROSSENSORIAL


terça-feira, 25 de setembro de 2018

O QUE VOCÊ ACREDITA PODE ATRAPALHAR SUA VIDA OU FAZER VOCÊ FELIZ



Lembra da história do sapo que estava preso em um buraco com outros dois amigos sapos e começou a dar pulos bem altos para tentar sair do buraco enquanto todos os outros sapos que estavam do lado de fora diziam para ele desistir porque não ia conseguir mesmo? Então, como o sapo era surdo e não ouviu o que os outros diziam ele conseguiu acreditar em si mesmo e dar um pulo bem alto e saiu do buraco.


O nosso sistema de crenças se dá na relação com os outros e como nos importamos e nos impactamos com o que os outros fazem conosco ou aquilo que nos dizem, bem como as mais diversas situações da vida. Dessa forma, uma pessoa que sofreu um trauma, passou por uma situação de humilhação ou simplesmente foi rejeitada por alguém, pode vir a acreditar que tem algo errado com ela, que não é merecedora de algo ou, ainda que o sofrimento é algo comum e que é normal ficar sofrendo por algo que aconteceu, uma vez que não foi ela que escolheu passar por aquilo.


Se é verdade que não podemos escolher e controlar todas as situações que vivenciamos e como as pessoas nos tratam, também é verdade que podemos gerenciar a forma como respondemos a isso tudo, ou seja, não precisamos ser escravos da situação ou de uma crença que limita o nosso crescimento e exercício da liberdade.


Mas, afinal, o que são crenças limitantes? Todos nós temos pensamentos todos os dias. Alguns são superficiais e outros mais profundos. Quando algo é muito forte do ponto de vista emocional, a tendência é que seja criada uma crença, ou seja, um valor para algo que vivenciamos. Associamos ideias e emoções, que geram determinadas formas de agir. Quando nos sentimos incomodados com algo ou um sentimento de raiva, tristeza ou medo surge, é porque existe um valor, uma crença que impulsiona para uma ação.


Dessa forma, as crenças limitantes são aquelas que estão na base das ações que levam alguém a agir de uma forma disfuncional, isto é, indo na direção contrária da sua liberdade de ser feliz e de construir sua ação de acordo com seus sonhos e desejos.


Imagine a seguinte situação: um rapaz sempre ouviu de sua família e amigos que era feio, gordo e que ninguém gostava dele. De tanto ouvir, acabou acreditando nisso, pois as pessoas que deveriam cuidar dele e amá-lo, apenas falavam coisas ruins para ele. Hoje ele tem dificuldade de se relacionar com pessoas e não namora, porque diante das mais diferentes situações ele diz para si mesmo: “Eu sou feio e gordo, ninguém vai gostar de mim”.


Ele não pôde controlar a situação no passado, mas pode fazer algo diferente hoje, criando novas alternativas para se enxergar de uma forma diferente, buscando perceber suas qualidades, suas realizações e se valorizando, quebrando o padrão de crença limitante.


Alguns exercícios para ajudar a construir crenças libertadoras e funcionais:


• Liste suas principais realizações e conquistas.


• Liste os pensamentos que surgem na sua mente quando você está enfrentando um problema.


• Liste os pensamentos construtivos que você gostaria que surgissem em sua mente em situações difíceis. Repita essas frases para si mesmo quantas vezes forem preciso, em diferentes situações.


• Avalie: que mentiras você tem falado para você mesmo a seu respeito?


• Construa uma lista de verdades sobre você e suas qualidades.


• Liste cinco coisas simples e fáceis que você pode começar a fazer hoje para ser mais feliz e comece a colocar em prática.


• Eleja uma atitude ou ação positiva e poderosa para colocar em prática durante a próxima semana, independente do que ocorra e anote os resultados.



Construa sua liberdade e pare de repetir para você mesmo o que não é verdade a seu respeito. Como diz J. P. Sartre: “O importante não é o que fizeram de nós, mas o que fazemos com o que fizeram de nós”. Assuma o comando da sua vida!

Caso sinta muita dificuldade em implementar essas mudanças em sua vida, busque auxílio profissional. Um terapeuta, psicólogo pode lhe ser bastante útil.


Uma outra dica é baixar o aplicativo: CASA DOS 7 SABERES. Esse aplicativo têm muitos áudios e vídeos que seguem essa linha de apoio para quem deseja reais mudanças em sua vida.


Por Profa. Dra. Beatriz Acampora