PÁGINA OFICIAL, FACEBOOK e E-MAIL

http://www.isec.psc.br

https://www.facebook.com/Prof.Joao.Oliveira

E-mail: isecpsicologia@gmail.com

Para receber informações sobre palestras e cursos mande um email para: isec_news-subscribe@yahoogrupos.com.br

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

ÉTICA PROFISSIONAL




Por Prof. Dr. João Oliveira

Muito se fala sobre ter ou não ética profissional como se a escolha fosse algo possível. Na verdade, ética é o mínimo que se espera de qualquer relação, embora possamos não encontra-lá em todas as pessoas. A diferença da ética profissional da pessoal é o meio onde ela é aplicada, a ética é uma só.

Antes de entrarmos nos detalhes é bom lembrar que não existe como separar uma pessoa realmente ética como ser profissional do ser pessoal/social, afinal, a ética não é como um uniforme que se pode despir ao sair da empresa. Não há como fazer uma cisão onde, ao deixar seu posto de trabalho o ser humano passe a agir de maneira totalmente diferente de como atua na instituição. Assim, o sujeito ético, de fato, será correto em suas ações em qualquer situação na vida, no dia a dia em suas funções e, de igual forma, em seu contexto familiar e social.

Cada vez mais as instituições e conselhos profissionais elaboram códigos de ética próprios e alguns até mantém seus próprios comitês de ética. Os códigos reúnem normas de conduta para uma categoria profissional (médicos, psicólogos, odontólogos, advogados, etc) ou instituições públicas e privadas.

No perfil de empresa pública podemos citar o Serviço Federal de Processamento de Dados – SERPRO que, por exemplo, expõe em sua página na rede os princípios que norteiam seus passos e incluem, até mesmo, seus prestadores de serviço como atores responsáveis pelo cumprimento de todos os itens propostos em seu código, pois reconhecem que o papel social de uma instituição vai além do que preveem as leis que a regem em nosso país.

Já como exemplo de Código de Ética de empresas privadas temos o da L’Oréal que foi elaborado com a ajuda de colaboradores de 22 países e em grupos internacionais de trabalho na Ásia, Europa, América do Norte e América Latina. Estes saberes, de diferentes culturas, elaboraram um Código de Ética Profissional Internacional. Após a confecção, este código foi validado por 50 especialistas internos e revisado por cada Gerente Nacional, Gerente de Recursos Humanos e advogados locais para não conter discrepâncias regionais. Pode ser baixado na rede, pois está disponível em 43 idiomas! A mesma empresa ainda mantém, em suas unidades, um programa de ética interna que promove reuniões para o debate dos termos éticos e sua aplicabilidade.

Agir de forma correta, sem discriminações, respeitando todo ambiente tocado no relacionamento comercial acaba gerando um clima de confiança que acelera o processo de negociação. O futuro irá escolher somente aqueles que sabem imprimir seu espectro responsável como os agentes de mudança. São exemplos e devem ser seguidos por quem deseja alcançar sucesso no mercado.

Não há mistério algum em ser ético. A norma principal parece retirada dos 10 mandamentos bíblicos: não faça ao outro aquilo que não deseja que façam contigo. Simples e objetivo. Todo o restante das normas é redundante, pois reflete este principio básico de ser responsável no lidar com o próximo (seja ele quem for) agindo sempre da mesma maneira que você gostaria de ser tratado por outra pessoa/empresa.

Assim, colocar a ética no dia a dia social é o primeiro passo para incorporá-la no ambiente profissional. Uma pessoa que age de forma ética nas pequenas coisas que enfrenta no seu dia também agirá, de maneira correta, dentro da instituição. Para tanto, primeiro, é necessário um movimento de divulgação do que significa uma cultura organizacional baseada na ética. Reuniões, house organ, mailing list, workshops, dinâmicas de grupo, todas as conhecidas ferramentas de distribuição de informação. Um setor de RH estruturado saberá como programar as ações necessárias.

Apenas tenha em mente que o gestor é o exemplo maior para todos. Sua forma de lidar com seus colaboradores, clientes e fornecedores irá migrar automaticamente para todo ambiente que o observa atentamente. Podemos considerar o gestor como uma pedra que cai no meio do lago e gera ondas até as margens. Desta forma, ao implantar um programa de ética profissional em sua empresa, certifique-se de estar praticando o que solicita.




Referências na internet:
http://www.loreal.com.br/_pt/_br/html/nossa-empresa/o-codigo-de-etica-do-negocio.aspx

Nenhum comentário: