PÁGINA OFICIAL, FACEBOOK e E-MAIL

http://www.isec.psc.br

https://www.facebook.com/Prof.Joao.Oliveira

E-mail: isecpsicologia@gmail.com

Para receber informações sobre palestras e cursos mande um email para: isec_news-subscribe@yahoogrupos.com.br

terça-feira, 23 de maio de 2017

O barco e as ondas do mar


Por Beatriz Acampora

O mar tem muitas formas de se apresentar. Ele pode estar calmo, com poucas ondas; pode estar revolto, com grandes ondas; pode parecer fazer um carinho na areia ou querer devorá-la.

Quando alguém experiente entra no mar com um barco, primeiro o observa por algum tempo para compreender como ele está, qual a relação do mar com o vento e quais os riscos que pode enfrentar. O mar é respeitado.

Conduzir um barco mar adentro requer experiência e capacidade de tomar decisões diante de possíveis mudanças. Aquele que conduz não deve ser inocente perante a imensidão do mar.

Um capitão sabe que diante de um mar revolto em uma tempestade, só há uma forma de sobreviver: é colocar a embarcação direcionada para a onda e enfrentá-la insistentemente, sempre aprumando o barco em sua direção.

Se ele tentar fugir da onda, essa engolirá o barco; se tentar colocar o barco de lado, as fortes ondas o virarão; se o capitão se jogar ao mar com os marujos, o máximo que conseguirá é mergulhar onda a onda, sem avançar e com grande risco de morrer afogado ou de frio; do mesmo modo, se nada fizer, será derrotado.

Quando o capitão enfrenta as ondas, ele as ultrapassa, mesmo que a água entre um pouco no barco. Mas, ele sabe que é melhor se molhar um pouco e alcançar o seu objetivo do que falhar por medo de enfrentar o desafio.

Assim na vida como no mar: escolha seu rumo e vá. Se desafios, tempestades ou grandes ondas surgirem, siga em frente. Pois, a calmaria chegará e em novas águas você estará.

Nenhum comentário: