TOPO

PÁGINA OFICIAL, FACEBOOK e E-MAIL

Página Oficial De Cursos

http://www.isec.psc.br


Facebook De João Oliveira

https://www.facebook.com/Prof.Joao.Oliveira

E-Mail direto para João Oliveira:

oliveirapsi@gmail.com

Para receber links, senhas e informações sobre palestras e congressos virtuais mande um email para:

isec_news-subscribe@yahoogrupos.com.br

sábado, 4 de julho de 2015

O CHEFE



Por: João Oliveira - Psicólogo (CRP 05/32031)

   Existe uma diferença básica entre o líder e o chefe: o chefe ordena, mas, o líder lidera. Parece mais uma pegadinha semântica, no entanto, não é. Ocorre que o verdadeiro líder é carismático e consegue que seus colaboradores o sigam pela empatia que gera no ambiente.

  Dar o exemplo, apresentando em seu próprio comportamento, como as coisas são feitas é somente o primeiro passo, o líder deve elogiar, dar conselhos e estar sempre pronto para assumir a responsabilidade pelo grupo quando alguma coisa der errado. Não é tarefa fácil e nem todo mundo está preparado para liderar uma equipe, que nem precisa ser muito grande: onde encontramos duas pessoas atuando pode ter certeza que uma delas exerce algum tipo de liderança.

    Existem líderes natos, pessoas que possuem atitudes espontâneas que as colocam, de forma natural, no comando de outras. Na verdade, nem precisa ser um diretor ou possuir um cargo de comando: é uma liderança de fato e não de direito.

  Assim, algumas pessoas acabam adquirindo talentos pelas experiências vividas e podem se tornar, sem esforço maior, o referencial de comando de um grupo ou, até mesmo uma nação.

    Mas, quem não é assim, desse jeito natural, pode conseguir reunir todos os talentos de um bom líder se souber incorporar algumas técnicas. Vamos enumerar cinco fáceis de serem colocadas em prática hoje mesmo:

1 – Seja sincero: Fale sempre a verdade para seus comandados e de forma objetiva. Não invente histórias, ou seja, prolixo. As pessoas confiam mais em quem é franco e direto. Lembre-se que isso não significa ser rude ou mal-educado.

2 – Seja sutil: Jamais chame a atenção de nenhum integrante de sua equipe em público. Isso irá desenvolver um ambiente de medo que é altamente contraprodutivo.

3 – Não ouça fofocas: ter informação é muito importante, mas é necessário saber separar a informação qualificada e útil da fofoca que só prejudica. Corte logo no primeiro momento o ambiente de fofoca, pois é algo danoso ao ambiente corporativo.

4 – Elogie sempre: esteja sempre buscando algo positivo nas pessoas de sua equipe para elogiar e, diferente da bronca, faça isso em público para que todos saibam que o bom trabalho é percebido pelo líder da equipe.

5 – Não seja autoritário: existe uma grande diferença em ter autoridade e ser autoritário. A autoridade é dada ao superior e o autoritário tentar impor suas vontades. Por isso, permita que seu comportamento e atitudes propiciem o ambiente mais adequado para a sua autoridade.

   Claro que liderar depende de uma equipe, mas para se transformar em um líder de fato, você deve, primeiro, aprender a comandar a si próprio domando suas emoções e suas atitudes.

            

Nenhum comentário: