PÁGINA OFICIAL, FACEBOOK e E-MAIL

http://www.isec.psc.br

https://www.facebook.com/Prof.Joao.Oliveira

E-mail: isecpsicologia@gmail.com

Para receber informações sobre palestras e cursos mande um email para: isec_news-subscribe@yahoogrupos.com.br

sábado, 18 de dezembro de 2010

Natal e Ano Novo diferentes

Foi-nos imposto, ao longo dos anos, datas onde condutas são esperadas obrigatoriamente, custe o que custar: No dia de Finados, por exemplo, todos devem ir ao cemitério; No Dia das Mães é, de bom tom, um almoço em família e presentes; Dia dos Pais, idem; Dia das Crianças, presentes; Dias dos Namorados, pode rolar algo mais; da Professora, presentes e respeito; No da Secretaria, mais presentes e, nem sei mais, em quantos dias do ano, você é mesmo “obrigado” a determinadas regras sociais.

Chega! O Natal não é isso, é maior. Não está só resumido a jantares, presentes e bebedeiras.

O Dono da festa, o aniversariante, às vezes nem recebe os méritos reais por ter derramado seu sangue por nós. Em muitas casas até se esquecem do motivo da data.

O Natal é outra coisa mesmo! Os presentes não devem o evento, mas sim, quando possível, parte dele. Vejam os shoppings, lotados de gente gastando o que não tem, só para não ficar mal com o outro e esperando algo em troca.

Do mesmo modo, no Ano Novo, você não precisa encher a cara e comer toda a ceia. Abraçar quem se ama é bom, mas não acredito mesmo que você ame, de verdade, todos o que abraça chorando nesta data. Na praia, inclusive, ninguém se conhece e fica aquele clima de irmãos siameses por meia hora. Depois volta tudo ao normal e ninguém se conhece de novo.

Afinal, o que é certo?

Anote aí: fazer o que te faz bem. Aquilo que seu coração mandar e te dar alegria de fazer. Pode, até ser, tudo o que está nesta página, não há problema, desde que seja realizado com pura satisfação.

Não faça nada por obrigação. Natal é a maior festa Cristã. Jesus, portanto, deve estar no primeiro plano, nossas orações devem ser o ponto alto da festa e, no Ano Novo, podemos fazer uma revisão dos nossos pensamentos e atos. Neste período que se aproxima, devemos avaliar quem somos, o que fizemos, e o que faremos.

Muitos podem achar que isso é exagero, afinal a festa já está programada e os presentes já estão embaixo da árvore de Natal. Eu sei, todos gostam disso, mas essas datas foram fomentadas na mídia com um único objetivo: girar produtos. Podemos fazer mais que isso, podemos dar presentes a nós mesmos. Feitos por nós mesmos através de uma observação dos nossos atos. Nossos erros são valiosos como instrumentos de aferição e, os nossos acertos, dependem, em muito, de olharmos nossas falhas sem medo.

Tente um novo Natal e virada de ano. Transforme no período do reencontro consigo mesmo!

Boas Festas, são os nossos votos, dentro e fora de você!

Nenhum comentário: