PÁGINA OFICIAL, FACEBOOK e E-MAIL

http://www.isec.psc.br

https://www.facebook.com/Prof.Joao.Oliveira

E-mail: isecpsicologia@gmail.com

Para receber informações sobre palestras e cursos mande um email para: isec_news-subscribe@yahoogrupos.com.br

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Campos conta 56 mortes na BR 101 em dez meses

Fonte: Folha On Line - Blog Código Fonte : de Priscila Tardin

Imagino que quem enfrenta costumeiramente, atrás de um volante, a BR 101 no trajeto Campos-Rio deve ter uma sensação semelhante a minha: eu fico contando os quilômetros para alcançar, enfim, a pista duplicada, em Rio Bonito. Não foi à toa que a BR recebeu o apelido de Rodovia da Morte: além do traçado que não é dos melhores — repleto de curvas fechadas — a imprudência de alguns motoristas expõe pessoas inocentes a perigo. Não são raras as vezes que temos que jogar o carro para o acostamento porque há alguém na contramão, na nossa pista, fazendo uma ultrapassagem indevida. E quer saber o que mais me irrita? Quando quem já está “todo errado” ainda tem a coragem de cambiar mandando sair da frente. Sei que a duplicação não vai trazer educação para os motoristas, mas vai diminuir as situações de risco nas ultrapassagens. Afinal, existirá uma pista destinada aos veículos mais lentos e outra para aqueles que trafegam numa velocidade maior. Importante, também, é a existência de pardais eletrônicos, a fim de identificar aqueles que abusam da potência do motor. Mas ainda que a imprudência continue na mesma escala de hoje, com a duplicação haverá menos colisões frontais, as quais costumam ser mais graves.


De acordo com as estatísticas elaboradas a partir das reportagens publicadas na Folha da Manhã, somente de janeiro a outubro deste ano morreram 56 pessoas na BR 101 em Campos — da divisa com o Espírito Santo até Serrinha. O trecho mais crítico é Caxeta, com 14 mortes, seguido por Ibitioca, com 10 casos, e Serrinha, com seis. Observem que as três localidades se encontram no trecho da BR 101 no sentido Campos-Rio, que contabiliza 32 mortes no total. Os 24 óbitos restantes ocorreram no trecho Campos-Vitória.

Fonte: Folha On Line - Blog Código Fonte : de Priscila Tardin




Nenhum comentário: