PÁGINA OFICIAL, FACEBOOK e E-MAIL

http://www.isec.psc.br

https://www.facebook.com/Prof.Joao.Oliveira

E-mail: isecpsicologia@gmail.com

Para receber informações sobre palestras e cursos mande um email para: isec_news-subscribe@yahoogrupos.com.br

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Campos passa a contar com atendimento da UPA a partir desta sexta



Foi inaugurada nesta quinta-feira (22/07), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Campos. A unidade, que fica em Guarus, atenderá emergências de baixa e média complexidade e tem capacidade para atender até 400 pacientes por dia.

A cada plantão, a UPA, que funcionará 24h, contará com sete médicos, sendo quatro clínicos gerais e três pediatras. O plantão também terá um dentista, um assistente social, cinco enfermeiros, além de 12 técnicos em enfermagem e um farmacêutico.

A Unidade tem dez leitos comuns, quatro vermelhos (leitos com equipamento de UTI) e dois leitos de isolamento, para caso de doenças infecto contagiosas. Há também repouso pediátrico e pronto-socorro dentário 24h.

O diretor da Unidade, Coronel Piraciaba, explica que a UPA funciona com atendimentos de emergência. “Nós atendemos todos os casos de urgência, mas não temos aqui o serviço de internação. Os casos que precisarem de tratamento mais longo vão ser encaminhados aos hospitais do município, através da Central de Regulação”, explica o diretor.

Apesar de ser inaugurada nesta quinta, a UPA ó começa a funcionar nesta sexta-feira às 8h, após a unidade passar por uma limpeza, já que a visitação foi grande durante a inauguração.

O Secretário Estadual de Saúde, Sérgio Cortes, inaugurou a UPA, acompanhado do prefeito Nelson Nahim e do secretário municipal de saúde, Paulo Hirano. Côrtes destacou a importância da integração entre os governos para que a UPA possa cumprir o seu papel. Ele também anunciou que a Santa Casa de Misericórdia de Campos vai passar a contar com mais 10 leitos de UTI.

Verba Federal
Criadas pelo Ministério da Saúde, as UPA´s são estruturas de complexidade intermediária entre as Unidades Básicas de Saúde e as portas de urgência hospitalares, onde em conjunto com estas compõe uma rede organizada de Atenção às Urgências. São integrantes do componente pré-hospitalar fixo e devem ser implantadas em locais/unidades estratégicos para a configuração das redes de atenção à urgência, com acolhimento e classificação de risco em todas as unidades, em conformidade com a Política Nacional de Atenção às Urgências.

De acordo com o Ministério da saúde, o sucesso da UPA 24h depende não apenas do esforço do Governo Federal, mas de toda a sociedade brasileira. Por isso, o serviço depende de uma gestão unificada com os governos Estaduais e Municipais e seus respectivos conselhos e secretarias de saúde.

Texto retirado do site de Notícias Ururau

Nenhum comentário: