PÁGINA OFICIAL, FACEBOOK e E-MAIL

http://www.isec.psc.br

https://www.facebook.com/Prof.Joao.Oliveira

E-mail: isecpsicologia@gmail.com

Para receber informações sobre palestras e cursos mande um email para: isec_news-subscribe@yahoogrupos.com.br

sexta-feira, 26 de março de 2010

SÃO JOÃO DA BARRA ESTÁ NO SITE DAS 100 CIDADES


São João da Barra já está integrada à Campanha Urbana Mundial: Iniciativa das 100 Cidades, promovida pela ONU-Habitat, lançada durante o maior evento de urbanismo do planeta, o V Fórum Urbano Mundial, que aconteceu na Zona Portuária do Rio de Janeiro, entre os dias 22 e 26 de março. No site da Campanha, no endereço www.100citiesinitiative.org, estão inseridos dados técnicos do Município e alguns projetos que vêm sendo realizados pela atual gestão. Ao mesmo tempo, um banner no site da Prefeitura de São João da Barra (www.sjb.rj.gov.br) leva ao sítio da campanha mundial.
O objetivo do site é mapear as informações de cada uma das cidades envolvidas, permitindo o intercâmbio entre os governantes e os cidadãos, a fim de propor soluções para problemas comuns vividos nas aglomerações urbanas. A iniciativa foi baseada em um estudo da ONU de projeta para 2025 a população mundial das cidades em 4,3 bilhões de pessoas (expectativa de 70% da população global) e o surgimento de pelo menos sete novas magalópoles. Com isso a ONU-Habitat - organismo das Nações Unidas voltada aos assentamentos humanos, pretende contribuir na formulação de políticas públicas que possam mitigar os efeitos do crescimento acelerado.
Durante o Fórum Mundial, a prefeita de São João da Barra, Carla Machado, demonstrou a preocupação com o crescimento populacional acelerado, expectativa gerada a partir da construção do Complexo Portuário do Açu. Em várias conversas, Carla destacou a necessidade de um planejamento urbano que contemple as necessidades daqueles que já residem em São João da Barra e dos que virão a residir. Em um dos encontros, com Angus McGovern e Jake Rollnick, ambos do Pressgroup, empresa parceira da ONU-Habitat no desenvolvimento do site, ressaltou a importância da troca de informações com outras cidades que passaram, ou que estejam vivendo uma situação semelhante.
No encontro com os executivos do Pressgroup, apontado como um dos maiores grupos de mídia da Europa, a prefeita de São João da Barra acertou detalhes sobre a remessa de documentos e informações para o abastecimento da página de São João da Barra no site da Campanha. A proposta do Pressgroup é estabelecer protocolos de cooperação e troca de informações técnicas, a fim de estreitar as relações com demais 24 cidades participantes da primeira etapa da Campanha.
A expectativa de McGovern e Rollnick é que dentro de 12 meses, quando estiver às vésperas da primeira cúpula das “100 Cidades”, em Alicante, na Espanha, o site esteja completamente abastecido de informações. A ideia é a partir daí, haver o intercâmbio de informações, com apresentação e análise dos principais problemas e deficiências de cada uma das cidades: “quando tivermos todas essas informações em nosso banco de dados, poderemos ajudar a encontrar as soluções em conjunto. Se cada uma das cidades nos disser quais as suas dificuldades acredito que será mais fácil”, defendeu McGovern.
Ele acredita que mesmo não estando completo, o site demonstra sua utilidade desde já: “é uma constante troca de informações e atualização de conhecimento”, destaca. Na própria apresentação feita pela prefeita de São João da Barra, a prefeita de Alicante, Sonia Castedo, se interessou pela passarela de acessibilidade, a primeira do Brasil, construída na praia de Grussaí, em São João da Barra. O modelo, que já foi copiado na cidade do Rio de Janeiro e ganhou projeção após aparecer em uma novela, poderá ser reproduzido na cidade espanhola.
McGovern usou este como um exemplo sobre a importância na troca de informações. Ele cita a questão como “aparentemente simples”, mas com interferência na vida de milhares de pessoas em todo o mundo. “As pessoas não precisam se locomover? Todos não temos direito ao acesso universal, inclusive à praia?”, indaga. Na opinião de Angus McGovern, essa é uma prova de como as cidades podem encontrar soluções simples e menos onerosas para resolver problemas comuns.
PARTICIPAÇÃO – Qualquer cidadão pode fazer parte da “Campanha Iniciativa das 100 Cidades”. No site há possibilidade de fazer um cadastro simples, fornecendo alguns dados pessoais, como nome, endereço, telefone e e-mail. Além disso, cada um poderá contar sua história pessoal, já que um dos objetivos da Campanha é contar a história das cidades por meio dos seus integrantes e famílias.

Nenhum comentário: