PÁGINA OFICIAL, FACEBOOK e E-MAIL

http://www.isec.psc.br

https://www.facebook.com/Prof.Joao.Oliveira

E-mail: isecpsicologia@gmail.com

Para receber informações sobre palestras e cursos mande um email para: isec_news-subscribe@yahoogrupos.com.br

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Dep. Arnaldo Vianna Discurso: Dezembro 2009 Tema: Denuncia de Pedofilia



Sr. Presidente, estou encaminhando um requerimento para esta mesa solicitando ao senador e presidente da CPI da Pedofilia, Magno Malta, que assuma as investigações, sobre graves denuncias de Pedofilia no município de Campos dos Goytacazes (RJ). Estou tomando esta atitude pois conforme entrevista no site ururau, o promotor Leandro Manhães do Ministério Público, que esta apurando as denúncias, ao ser indagado sobre o tempo para o resultado das apurações, o promotor apenas lembrou que o calendário da Justiça em 2009 se encerra dia 19 de dezembro. E não podemos ficar parados diante de um assunto tão grave.

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados.

A revista "Somos Assim" do último domingo (29) traz na capa e em duas páginas denúncias sobre crimes de pedofilia, prostituição infantil, uso de drogas e até homicídio, em Campos. Os fatos narrados - através de informações obtidas junto às próprias famílias das vítimas, segundo a revista - são escabrosos, enojantes, revoltantes.

Por trás de tanta covardia estaria um tal de Leilson Rocha da Silva, conhecido como "Alex", preso em flagrante em junho deste ano. Além de drogar, manter em cárcere privado e obrigar à atividades sexuais crianças pobres a partir de oito anos, "Alex" estaria sendo acusado também pelo homicídio de duas meninas - 10 e 12 anos -, após forçá-las a consumir cocaína até à morte. Motivo: ambas haviam se recusado a fazer programa e a consumir crack com dois homens, primos um do outro - um deles, à época, ocupante de cargo de confiança no governo municipal. As vítimas pagaram com a vida o preço da inocência.

O promotor recebeu o inquérito policial - mantido sob sigilo - no dia 4 de novembro e as investigações ainda não acabaram, já que existem rumores da participação de empresários, políticos e parentes de políticos.

Nenhum comentário: