PÁGINA OFICIAL, FACEBOOK e E-MAIL

http://www.isec.psc.br

https://www.facebook.com/Prof.Joao.Oliveira

E-mail: isecpsicologia@gmail.com

Para receber informações sobre palestras e cursos mande um email para: isec_news-subscribe@yahoogrupos.com.br

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

ANO NOVO, IDÉIAS NOVAS!

“Podemos facilmente perdoar uma criança por ter medo do escuro;
A verdadeira tragédia da vida ocorre quando os homens têm medo da luz.”
Platão


A maioria das pessoas diz: - Ano novo, vida nova! – Não sei se esse é um bom pensamento, pois parece estar insinuando um esquecimento dos nossos erros vividos no ano que finda.
Justamente esses erros que cometemos, e ao longo da vida, é que são os responsáveis pelo nosso crescimento. Se abandonarmos nossas memórias de dor, sofrimento e arrependimento, estaríamos condenados a repetir tudo de novo. E, observe bem, que ter errado e ter consciência disto, não é garantia que acertaremos sempre da próxima vez: é um indício.

Verdade é, quê o que mais tememos, é (acredite) o conhecimento do novo, isso implica em mudanças, e as mudanças doem! Medo é sinal de ignorância, o não saber, estar diante do desconhecido futuro, provoca medo e por isso o Ano Novo assusta algumas pessoas!

Afinal que seres mais estranhos somos nós!

Queremos esquecer e tememos aprender?

Imagine então a seguinte cena: Uma floresta escura, muito grande e escura, numa noite eterna, e nós, eu você e todo o resto, estamos sentados num grande círculo onde, no centro existe uma pálida fogueira que começa a acender. No primeiro momento a fraca luz só nos permite ver o ponto onde está a própria fogueira, mas a medida que ela aumenta em intensidade podemos ver o chão ao redor dela e, aos poucos, podemos começar a perceber que existem outras pessoas ao nosso lado. Mais tarde poderemos ver os rostos dessas pessoas, e ver o sorriso de contentamento em alguns lábios. No entanto o pior estar por vir, quando a luz desta fogueira for forte o suficiente, perceberemos que estamos no meio de uma imensa floresta densa e que muito mais luz será necessária para descobrimos o caminho de volta para casa.

Como começar esse caminho se temos medo de começar a fogueira? Será que os nossos olhos, de tão acostumados a escuridão, doerão mais (frente a luz) do que as nossas almas, sentem hoje em meio as trevas?

Carl (Sagan) eu não cumpri minha meta este ano, aquela que você me propôs quando eu te ouvi aos 14 anos de idade, de ler um livro por semana.

Dalai (Lama) já aprendi a perdoar, mas aquela parte de esquecer... bem, essa ainda falta muito.

Paul (Ekam) eu vivia melhor antes. As coisas que me ensinou tornaram esse mundo quase insuportável. -Todos mentem! Tá bom, tenho que aprender a conviver com isso, afinal eu minto também...

Jesus, (Caramba! Foi seu aniversário outro dia) por favor: - Acenda a Luz!

Bom ano, boa vida, melhor pós vida ... caso de fato exista mesmo!

Nenhum comentário: