PÁGINA OFICIAL, FACEBOOK e E-MAIL

http://www.isec.psc.br

https://www.facebook.com/Prof.Joao.Oliveira

E-mail: isecpsicologia@gmail.com

Para receber informações sobre palestras e cursos mande um email para: isec_news-subscribe@yahoogrupos.com.br

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Patrick Swayze agora é um "Ghost"


Patrick Swayze, famoso por filmes como "Dirty Dancing" e "Ghost" morreu na noite de segunda-feira vítima de câncer de pâncreas.
Patrick Swayze tinha 57 anos e mesmo depois de lhe ter sido diagnosticado, em Março de 2008, não perdeu a vontade de trabalhar.
Ao mesmo tempo que se sujeitava aos tratamentos gravou a série "The Beast", o seu último papel na televisão onde interpretou durante 11 episódios o agente do FBI Charles Barker.

O interesse de Patrick Swayze pelas artes começou ainda na escola, onde praticou patinação no gelo, balé clássico e dramaturgia, atuando em peças escolares. O ator também se destacou como jogador de futebol americano. Sua ligação com as artes vem da mãe, Patricia Yvone Helen, dançarina, professora de dança e coreógrafa. Swayze também praticou ginástica olímpica por dois anos. Em 1972, mudou-se para Nova York para completar sua formação em balé. Foi seu talento como dançarino que lhe abriu as portas para uma carreira artística: sua estreia profissional foi como dançarino em uma parada promovida pela Disney.

Em seguida, estrelou "Nos Tempos da Brilhantina" na Broadway antes de conseguir seu primeiro papel no cinema em "Skatetown USA" (1979). Após participar da série de TV "M.A.S.H.", Swayze voltou às telas de cinema para seu primeiro papel de grande destaque como irmão de C. Thomas Howell e Rob Lowe no clássico "Vidas sem Rumo" (1983). Ele voltaria a atuar com os dois atores no filme "Amanhecer Violento" (1984) e com Rob Lowe em "Youngblood" (1986). O ator também brilhou na TV, em 1985, na série "North and South", sobre a guerra civil americana.

Foi em 1987, porém, que o ator atingiu o estrelato, em um filme em que precisou usar seu talento como dançarino. Junto com a coestrela de "Amanhecer Violento", Jennifer Grey, Swayze tornou-se mundialmente conhecido como o professor de dança do filme "Dirty Dancing ‒ Ritmo Quente" (1987), uma produção de baixo orçamento que seria exibida em apenas alguns cinemas e depois distribuída em vídeo, mas que conquistou grande sucesso de bilheteria, inspirando séries de TV e até um jogo de computador. O ator foi indicado ao Globo de Ouro pelo filme e ainda cantou uma das músicas da trilha sonora, "She's Like the Wind", composta por ele e Stacy Widlitz, que chegou ao top ten.

Após "Dirty Dancing", Swayze acabou sendo escalado para papéis em filmes de ação mal-sucedidos. Nesse período, seu maior sucesso foi "Matador de Aluguel" (1989). A volta por cima veio em 1990, em mais um filme romântico que se tornou um fenômeno de bilheteria: "Ghost", com Demi Moore e Whoopi Goldberg. O sucesso lhe garantiu o papel do rival de Keanu Reeves no filme "Caçadores de Emoção" (1991).

Sua carreira parecia estar novamente nos trilhos até que, em 1996, sofreu um acidente nas filmagens de "Cartas de um Assassino". Swayze caiu de um cavalo e atingiu uma árvore, quebrando as duas pernas e rompendo ligamentos do ombro. As filmagens foram suspensas por dois meses, e o telefilme produzido pela HBO foi lançado em 1999. O ator se recuperou dos ferimentos, mas teve problemas em retomar a carreira até o ano 2000, quando filmou "Seu Marido e Minha Mulher", com Billy Bob Thornton e Charlize Theron, e "Eternamente Lulu", com Melanie Griffith, seguidos de filmes como "Donnie Darko" (2001) e "Dirty Dancing 2 ‒ Noites de Havana" (2004). Swayze ainda voltou aos palcos da Broadway, no musical "Chicago", em 2003, e estreou nos teatros de Londres com "Guys and Dolls", em 2006. Em 2008, o ator começou a filmar a série de TV "The Beast", lançada em 2009, em que interpreta um agente do FBI.

Swayze era casado com Lisa Niemi desde 1975. O casal se conheceu em 1970, quando Niemi, então com 14 anos, tinha aulas de dança com a mãe de Swayze. O ator teve problemas com bebida após 1982, quando seu pai morreu do coração. Em 1994, sua irmã Vicky morreu, e o ator, então um alcoólatra, buscou tratamento contra o vício. Após uma recuperação inicial, deixou temporariamente da carreira de ator para criar cavalos em seus ranchos na Califórnia e no Novo México.

Em janeiro de 2008, Swayze foi diagnosticado com câncer no pâncreas e estava se submetido à quimioterapia e a outros tratamentos desde então.Em maio do mesmo ano, jornais noticiaram que o ator teria removido parte do estômago, atingido pelo câncer, e que teria reescrito seu testamento, transferindo seus bens para a esposa. No início de 2009, ele admitiu que a doença atingiu uma parte de seu fígado.

O ator de 57 anos, morreu nesta segunda-feira (14) em decorrência das complicações da doença. Ele estava acompanhado de sua família e muito tranquilo, segundo seu assessor de imprensa, Annett Wolf: - "Patrick morreu em paz hoje, ao lado de sua família, depois de enfrentar os desafios dessa doença pelos últimos 20 meses", disse o assessor à revista People.

Nenhum comentário: