PÁGINA OFICIAL, FACEBOOK e E-MAIL

http://www.isec.psc.br

https://www.facebook.com/Prof.Joao.Oliveira

E-mail: isecpsicologia@gmail.com

Para receber informações sobre palestras e cursos mande um email para: isec_news-subscribe@yahoogrupos.com.br

domingo, 16 de agosto de 2009

Sobe para nove o número de mortes suspeitas de gripe A em Campos


Charbell fala sobre os esforços das equipes médicas
Do site de Notícias URURAU

Faleceu às 6h da manhã deste domingo (16/08), no Hospital do Plantadores de Cana (HPC) a puérpera Edimara Nunes de Oliveira, 20 anos. A paciente de oito meses de gestação, morava no Parque Eldorado, teve sintomas da doença e foi internada no próprio hospital dia 3 de agosto no para tratamento. A equipe médica que cuidava de Edimara salvou o bebê, num procedimento realizado no dia 4, mantendo a puérpera em tratamento com Tamiflu e medicação para combater a pneumonia aguda, além de manter a jovem em aparelhos para compensar a dificuldade de respirar, mas mesmo com todos os esforços ela faleceu pela manhã.

Um homem de 34 anos, que estava detido na Casa de Custódia Dalton Castro, e que havia sido internado no Hospital Ferreira Machado com sintomas da doença, entrou em crise respiratória aguda e faleceu na madrugada deste domingo.

No HPC uma adolescente de 14 anos, internada na UTI com sintomas da doença obteve alta da UTI na noite deste sábado (15/08). O hospital, que tem maternidade referencia na região, tinha três gestantes em tratamento e recebeu mais cinco grávidas com sintomas da doença neste domingo (16/08) e totaliza agora oito gestantes em tratamento. Segundo a Secretaria de Comunicação de Campos, há 42 pessoas internadas em tratamento com Tamiflu em todos os hospitais da cidade, a maior parte com quadro estável, respondendo bem ao tratamento.

Charbell Kury informou que neste fim de semana a Epidemiologia, que monitora os casos suspeitos da doença no município, registra seis altas e mais quatro internações.

“Lamentamos profundamente a morte de mais duas pessoas. Fizemos tudo que a medicina poderia fazer para salva sua vida. Uma jovem de 20 anos, que integrava o grupo de risco que foi internada para tratamento assim que mudamos o protocolo de atendimento para as grávidas, quando exatamente por medida de prevenção, decidimos que toda mulher grávida com quadro gripal, antes mesmo que apresente os sintomas da doença, sejam internadas para medicação com o antiviral Tamiflu e acompanhamento médico intensivo. Muitas mulheres respondem bem ao tratamento, mas infelizmente algumas, devido a complicações, desenvolvem um quadro respiratório crítico, como ocorreu com o rapaz que estava no HGG. Ele integrava o grupo de risco, por ser imunodeprimido, com problema renal e insuficiência respiratória”, lamentou o responsável pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Campos, Charbell Kury.

Situação nos Hospitais neste domingo, 16 de agosto

Nos hospitais públicos - No isolamento do Hospital Ferreira Machado (HFM) tinha 10 pacientes com sintomas da doença no sábado (15/08). Neste domingo (16/08), houve a seguinte alteração: quatro pacientes obtiveram alta, mas outras cinco pessoas foram internadas com suspeita da doença. Um das pessoas internadas é um detento da Penitenciária Carlos Tinoco da Fonseca; duas crianças, e ainda dois adultos (homens) de 29 e 34 anos.

No Hospital Geral de Guarus (HGG) tem dois adultos internados no CTI (Centro de Terapia Intensiva). Na Pediatria, das quatro crianças internadas, uma teve o quadro agravado e na noite de sábado, foi transferida (um bebê de um ano de idade) para a Unidade de Tratamento Intensivo Pediatria do Ferreira Machado (HFM). O bebê apresenta pneumonia bilateral (nos dois pulmões) e Charbell Kury ressalta que recebe tratamento especial no Hospital Ferreira Machado.

No Hospital da Beneficência Portuguesa as duas crianças que estavam internadas nos sábado, tiveram alta neste domingo (16/08).

Hospitais da rede particular -No Hospital e Maternidade Lília Neves, são mantidas duas crianças com suspeitas da gripe, em tratamento.

No Hospital Unimed, existem oito pacientes internados, das quais existem três em estado grave. Um delas é uma jovem de 23 anos.

No Hospital Dr. Beda tem uma paciente na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) e duas pacientes adultas (mulheres) em tratamento em quarto particular.

Charbell Kury destaca que apesar da Epidemiologia ter notificado 150 casos suspeitos da doença, não significa que todos casos sejam confirmados como Influenza A H1N1. A Vigilância Epidemiologia está aguardando os resultados dos exames encaminhados para o laboratório da Fiocruz, no Rio de Janeiro, mas devido o Brasil ter apenas três laboratórios credenciados pelo Ministério da Saúde para atender a todo Brasil, a demora do exame é por mais de 20 dias.

Nove mortes suspeitas - "No caso de pacientes do grupo de risco, temos um protocolo de atendimento e tratamento diferenciado, porque nestas pessoas, como as grávidas, os danos provocados pelo vírus no organismo é muito rápido, e a medicação consegue combatê-lo nas primeiras 48 horas de incubação. Como os exames demoram, em Campos temos agora nove mortes suspeitas, levando em conta que o caso do rapaz que faleceu nesta madrugada, ainda terá que ser investigado, porque tratava-se de um paciente de alto risco, devido seu histórico de imunodepressão", informou Charbell, que nesta segunda-feira (17), faz novos treinamentos sobre o protocolo de atendimento às pessoas do grupo de risco.

Mais um grupo de médicos obstetras vão receber as novas informações no auditório da Sociedade Fluminense de Medicina e Cirurgia, a partir das 19h. Na terça-feira (18/08), será a vez dos médicos intensivistas - que trabalham nos Centros de Terapia Intensiva, que têm salvado muita gente.

obs.: mesmo assim as aulas voltam amanhã . . .

Nenhum comentário: