PÁGINA OFICIAL, FACEBOOK e E-MAIL

http://www.isec.psc.br

https://www.facebook.com/Prof.Joao.Oliveira

E-mail: isecpsicologia@gmail.com

Para receber informações sobre palestras e cursos mande um email para: isec_news-subscribe@yahoogrupos.com.br

domingo, 17 de agosto de 2008

QUALQUER DIA É DIA DE QUALQUER COISA


Muita gente acredita que os dias podem ser diferentes uns dos outros. Na verdade são mesmo! Mas não no sentido em que a maioria pensa. No início desta semana, por exemplo, foi comemorado o Dia dos Pais. No Brasil a criação desta data é atribuída ao publicitário Sylvio Bhering e começou no dia 14 de Agosto de 1953, com único intúito de fomentar as vendas no comércio varejista. Não há nada de errado nisso! Mas tem gente que leva a sério de mais essa coisa de dar e receber presentes como forma de demonstrar carinho.
Quem não pode dar alguma coisa ao seu ao pai por não ter dinheiro, ou porque ele já morreu, sofre! O que pode gerar sofrimento e angústia é a sensação de não estar dentro dos padrões que são considerados normais por uma sociedade. E isso não acontece só com quem não pode manifestar o seu amor na forma material, aquele que não é lembrado sofre também.
E que venham os dias programados para sermos felizes por algumas horas: Dia das Mães, Dos Namorados, Das Crianças, Dos Avós, Das Sogras, Do Professor... e tem Finados, O Dia dos Mortos!
Todo dia é dia de tudo e de todos!
Receber presentes é tão bom quanto dar! E não existe um data certa para isso. Não existe um dia especial para ser feliz, todos os dias foram feitos para dar, receber, esquecer, lembrar, ser feliz ou se entristecer com alguma coisa que não lhe agradou.
Caso contrário vamos também marcar datas para termos problemas e sermos infelizes com hora marcada.
Isso ninguém quer! Isso não rende no comércio!
Dê algo ao seu professor amanhã. Visite um túmulo de algum parente ou amigo falecido na terça, na quinta leve uma flor para sua mãe. Na sexta... bem na sexta vá ao cinema sozinho e compre um pacotão de pipocas e tente comer tudo sem perder o enredo do filme.
Fomos feitos para fazermos o que quisermos na hora em que desejarmos, nem sempre isso é possível pois temos de estudar, trabalhar e as vezes ficamos doentes ou com dor de dente. Mas isso é a vida!
Não se deixe envolver demais por programações feitas por outras pessoas que te obrigam a ter comportamentos que nem sempre são exatamente o que você quer ou pode no momento. Ser feliz é uma construção de dentro para fora.

Nenhum comentário: